terça-feira, 31 de julho de 2012

A Avenida de Vila Nova de Gaia

Em 31 de Outubro de 1886 foi inaugurada a famosa ponte Luís I, que ligava as duas margens do Douro e que possui dois tabuleiros: um à cota baixa, que liga as marginais do Porto e de Vila Nova de Gaia e outro à cota superior que ligava as zonas mais altas da cidade do Porto a Vila Nova de Gaia. Este tabuleiro superior da ponte obrigou à abertura, na margem sul, de uma nova via de acesso. No entanto o morro rochoso existente logo à saída do tabuleiro, onde se ergue o Mosteiro da Serra do Pilar, impediu uma abertura rápida da pretendida ligação. Inicialmente foi construída uma pequena via de acesso que contornava o morro e que terminava na actual Rua Luís de Camões, que na época era a estrada de ligação para Oliveira de Azeméis. Em 1905 foi demolida uma parte do morro para permitir a passagem de peões e da linha do eléctrico.

O alargamento da via e o inicio da construção da Avenida da Republica, na altura chamada Avenida Campos Henriques, só se realizou em 1927, altura em que se construiu o chamado Jardim do Morro, que ainda hoje pode ser visto logo à saída do tabuleiro superior da ponte Luís I.


A nova avenida alterou a fisionomia de Vila Nova de Gaia. Ao longo dos anos construíram-se numerosas casas senhoriais, palacetes e novos empreendimentos surgiram com o passar do tempo. O centro da Vila cresceu ao longo da nova via, onde a habitação, o comércio e o lazer se misturavam num alegre  e ruidoso colorido. 

Em 1934 passou-se a chamar Avenida Marechal Carmona e nessa altura já ligava a ponte Luís I a Santo Ovídio, onde partia a Estrada Nacional nº1, principal ligação a Coimbra e a Lisboa. A Avenida de Gaia, de 2250 metros, passou a ser a principal via de entrada e saída da cidade do Porto para sul.  





Mais tarde a avenida adopta o nome pelo qual é actualmente conhecida: Avenida da Republica. Foi a avenida com o nome da Republica que me viu nascer no seu troço junto ao belo Jardim do Morro. Apesar de ter sido sujeita a muitas alterações ao longo dos últimos anos, não deixa de ser a minha avenida. Com mais de 100 anos a sua história mistura-se com a história da cidade que atravessa, e graças a ela, Vila Nova de Gaia tornou-se na cidade que agora podemos visitar e apreciar. 




O Arquivo Municipal de Gaia - Arquivo Sophia de Mello Breyner, tem uma exposição intitulada Avenida de Gaia - 2250 metros de História, onde  se podem observar fantásticas fotografias desta avenida ao longo dos anos. Uma exposição a não perder!

Nota: As fotografias utilizadas são do Arquivo Municipal Sophia de Mello Breyner, de Vila Nova de Gaia, recentemente publicadas no Jornal de Noticias