domingo, 16 de setembro de 2012

O Dono do Mundo

Numa época de crise como aquela que estamos actualmente a passar, falamos essencialmente de uma coisa: dinheiro! O vil metal está no centro das atenções e é a causa de todos os problemas. Basta uma porção dele para fazer do preto, branco; do feio, belo; do errado, certo; do baixo, nobre; do velho, jovem; do cobarde, valente (William Shakespeare)De facto somos controlados por este velho senhor de nome Dinheiro, e como disse Thomas Fuller, clérigo e historiador inglês do século XVII, o dinheiro é o único monarca. Tal como qualquer outro monarca reinante que se preze, o nosso distinto governante virtual, foi adquirindo diversos nomes e alcunhas ao longo dos tempos. O seu nome de baptismo é curto, apenas Dinheiro, mas os seus sobrenomes e cognomes são tantos, que não há família real que consiga ombreá-lo. 

Cacau - corresponde a um dito usado com outros vocábulos: Aquilo com que se compra o cacau

Carcanhol - pensa-se que está relacionada com carcanhão, que é um nome dado à ostra, que por ser muito apreciada, se tornou muito valiosa.

Chapa - o dinheiro (moedas ou notas) é feito recorrendo a chapas que servem para a respectiva impressão

Chavo e Cheta - correspondem a antigas moedas de cobre


Baga, Caroço ou Grana - correspondem a sementes que produzirão novos frutos, tal como o dinheiro quando é bem gerido

Graveto - pequeno ramo de madeira usado para acender o fogo, fazendo referência à importância e valor do fogo no passado

Guita ou Guito - podem estar relacionadas com o cordel com que os feirantes   atavam as notas

Massa ou Pasta - referência à matéria com a qual se faz o pão e à argamassa com a qual se cobrem as paredes. Também o dinheiro nos permite comprar o pão ou pagar os materiais e os trabalhadores que nos fazem as casas

Nota ou  Papel - referência à própria forma do dinheiro quando imprimida em papel

Pataca - antiga moeda brasileira de prata que valia 320 réis, emitida pelo governo de portugal até ao século XIX. O nome pataca deriva-se da moeda de prata de oito reais mexicana. A pataca é actualmente a moeda oficial de Macau.

Paus - uma possível referência à valiosa madeira de Pau-preto, que durante a época de colonização serviu como moeda de troca em muitas transacções comerciais. 

Pilim - uma onomatopeia porque lembra o tilintar das moedas

Tusto - provavelmente um deturpação da palavra tostão, moeda de ouro cunhada pela primeira vez no reinado de D. Manuel I, equivalente a 1.200 réis

Vintém - antiga moeda brasileira de 20 réis

Detentor de um grande poder a sua fama ultrapassa fronteiras. O grande poeta Manuel Bocage definiu-o assim: 

Faço a paz, sustento a guerra
Agrado a doutos e a rudes, 
Gero vícios e virtudes,
Torço as leis,
Domino a Terra

Oscar Wilde afirmou quando eu era jovem, pensava que o dinheiro era a coisa mais importante do mundo. Hoje, tenho a certeza! E eu também!


Nota: Muitas das explicações dadas foram retiradas de Ciberdúvidas da Língua Portuguesa (http://www.ciberduvidas.pt)
Foto de CLARICE COPPETTI